Policiais militares já alugaram 50 ônibus para manifestação do dia 7 em São Paulo

Conforme já noticiado pelos Agentes Federais, o número de militares declarando apoio à manifestação prevista para o próximo dia 7 de setembro vem aumentando, o que pode ser uma má notícia para governadores como o tucano João Doria (PSDB-SP), críticos da movimentação que, entre outras pautas, também visa dar apoio ao atual governo.

Segundo informações da jornalista Thaís Oyama, do portal UOL, policiais militares de cidades do interior de São Paulo como Itapetininga, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Bauru e Campinas, por exemplo, já acertaram o aluguel de 50 ônibus para transportá-los até a Avenida Paulista no Dia da Independência.

Se trata de um número bastante expressivo e significativo em termos políticos e administrativos, visto que reflete o apoio massivo da ala militar estadual ao governo federal. A informação dos alugueis foi confirmada pelo Coronel Tadeu (PSL-SP), que também é deputado federal.

Segundo o militar, já há “pelo menos 50 ônibus alugados” pela categoria nessas cidades. E chama atenção também a informação de que os militares estão sendo apoiados por comerciantes locais, os quais estariam custeando parte da despesa média entre R$30 e R$100 com as passagens.

Outro fato digno de atenção é que não estamos falando de PMs da reserva, mas também e/ou principalmente da ativa. Isso porque, segundo o coronel Tadeu, os policiais “têm certidão de nascimento e o direito de ser um patriota”, podendo estar presentes na manifestação não em serviço, mas a paisana, como civis. Veja também:

Mais um coronel da PM convoca para o 7 de setembro: “Basta a essas ilegalidades”