Delegado da PF que teve conflito com petistas é encontrado morto dentro da delegacia

A morte do delegado da Polícia Federal, Gastão Schefer Neto, de 48 anos, está sendo investigada pela própria corporação. Ele foi encontrado sem vida dentro da delegacia onde estava trabalhando na tarde da última segunda-feira (09/08) em Caxias do Sul, na Avenida Júlio de Castilhos, com um tiro de arma de fogo.

Inicialmente, a PF trabalha com a hipótese de suicídio, tendo em vista o fato ter ocorrido dentro da sede da corporação. Gastão estava reforçando temporariamente o trabalho na delegacia de Caxias. Além de militar, ele também já se lançou candidato a deputado federal em 2014 e 2018, não conseguindo se eleger.

Em 2018, Gastão se envolveu em um conflito com petistas. Isso porque, a rua em que ele morava, a Franco Giglio, na região da PF, estava ocupada por petistas quando Lula foi preso em Curitiba naquele ano. Em dada ocasião o militar teria se revoltado com os barulhos e ido até o local, derrubando objetos de som dos militantes.