Analista de inteligência que esteve em live de Bolsonaro é coronel do Exército

O presidente Jair Bolsonaro fez a sua tão aguardada live em que prometeu apresentar dados que apontariam a ocorrência de fraudes eleitorais no Brasil, e para isso contou com a presença de um militar, ninguém menos que um coronel do Exército Brasileiro chamado Eduardo Gomes.

Gomes é coronel da reserva do Exército e foi nomeado assessor especial da Casa Civil ainda durante a gestão Luiz Eduardo Ramos. Ao lado do presidente da República, ele foi apresentado como “analista de inteligência”, ficando responsável por apresentar imagens e vídeos usados durante a live para ilustrar os argumentos utilizados na ocasião.

O coronel é graduado em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras e é oficial do Exército desde o ano de 1980. Ele já exerceu funções de ‘Comandante de Organizações Operacionais’ do Exército Brasileiro, foi oficial de gabinete do Comandante do Exército e oficial de Estado-Maior do Comando Militar do Sudeste.

O fato de um militar de alta patente, mesmo sendo da reserva, ter sido escalado para fazer a apresentação com Bolsonaro não é algo a ser ignorado. Isso porque, conforme já noticiado pelos Agentes Federais, os comandantes das Forças Armadas já manifestaram posição apoiando a visão do presidente pela implementação do voto impresso.

Militar que participou da live de Bolsonaro'
Coronel Eduardo Gomes participou da polêmica live de Bolsonaro. Foto: reprodução/EB.

Na prática, portanto, a participação de um coronel na apresentação pode ter servido, também, para dar maior respaldo ao conteúdo apresentado aos olhos da cúpula militar, o que deverá reforçar ainda mais o apoio dos militares à defesa que o presidente faz das “eleições limpas”.

Comandantes das Forças Armadas acreditam que urnas dão margem para fraude eleitoral