“Não é função das Forças Armadas fazer ameaças à CPI”, diz Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), reagiu a uma nota publicada pelos comandantes das Forças Armadas na semana passada, juntamente com o Ministério da Defesa. O magistrado insinuou que os militares estariam ameaçando outros poderes.

“Não é função das Forças Armadas fazer ameaças à CPI ou ao Parlamento. Pelo contrário, as Forças Armadas têm o poder e o dever de proteger as instituições”, afirmou Gilmar durante uma entrevista para a rádio CBN. O ministro ainda pediu para que “evitemos tensões evitáveis ou desnecessárias”.

A nota publicada pelas Forças Armadas, no entanto, foi justamente em defesa das instituições, segundo os militares. Isso porque eles se viram ofendidos com algumas declarações do senador Omar Aziz, presidente da CPI da Pandemia, onde o mesmo insinuou haver corrupção entre os militares.

Cúpula militar diz que o presidente da CPI da Covid “desrespeita as Forças Armadas”