Um maníaco apontado como responsável pela chacina de uma família e vários outros crimes, planejou realizar um ritual macabro com outra família mantida refém por ele na tarde desta terça-feira (15), segundo osecretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), Rodney Rocha Miranda.

Lázaro Barbosa, de 32 anos, continua foragido, apesar da enorme operação policial para capturá-lo, a qual já dura uma semana. Cerca de 200 policiais estão envolvidos na perseguição do criminoso, os quais empregam helicópteros, cavalos e cães, além de forte armamento.

A dificuldade ocorre porque o criminoso está escondido em uma vasta região de mata, onde conhece muito bem e está acostumado a lidar, por ser caçador. Na tarde de hoje, ele invadiu mais uma fazenda e fez pai, mãe e filha reféns.

Felizmente, antes de ser encontrada pelo criminoso, a filha adolescente percebeu a movimentação estranha no imóvel e enviou uma mensagem para um policial que já havia visitado a residência antes. Ela estava escondida embaixo da cama. “Socorro. O assassino Lázaro está aqui em casa. Fazenda Grota da Água do Valdo Silva”, dizia o texto, segundo o CB.

Segundo informou o secretário da SSP-GO, Lázaro pretendia fazer um ritual maligno com as vítimas. “Como de costume, ele ia levar a família para a beira do rio, obrigar a tirar a roupa e matar a todos”, disse. Conforme noticiado antes pelos Agentes Federais, policiais identificaram ligação do criminoso com o satanismo. Ele chegou a dizer que estaria “possuído”.

Quando os dois policiais chegaram e viram a situação, houve troca de tiros e Lázaro libertou os reféns, voltando a se embrenhar na mata, onde se encontra foragido até o fechamento dessa matéria.

Autor de chacina faz refém e baleia policial, que é socorrido por helicóptero