Polícia Federal confiscou 10 BILHÕES do crime em quase 7 mil operações em 2020

A Polícia Federal, uma das instituições mais respeitadas do país, vem realizando um trabalho de destaque nos últimos anos, não apenas pela atuação durante as muita fases da Operação Lava Jato, mas também pelo combate ao crime organizado em diversas frentes.

Em 2020, por exemplo, segundo o atual diretor da corporação, foram confiscados nada menos do que 10 bilhões de reais do crime em quase 7 mil operações diferentes. A informação foi repassada por Rolando Alexandre de Souza ao celebrar os 77 anos dos agentes federais no último domingo.

“No dia 28 de março, a Polícia Federal completa os seus 77 anos de existência. Ao longo dessa história, a instituição atingiu os mais elevados índices de confiança da sociedade brasileira a partir das diversas atividades desenvolvidas, reafirmando a enorme importância de zelar pela nação e de combater o crime em nosso país”, disse ele, segundo a Oeste.

Um dos destaques citados pelo diretor-geral da PF foi a modernização da Polícia Federal. Atualmente os agentes federais contam com carros e equipamentos de última geração, o que é fundamental para o combate ao crime organizado desde a fase da investigação à execução das operações.

“No último ano, foram significativas as evoluções tecnológicas como, por exemplo, a vigilância da Amazônia efetuada por satélites que já contribuem para a diminuição do desmatamento na região”, disse Rolando.

“Além disso, com a recente aquisição de mais de 500 viaturas semi blindadas, novas obras e investimentos nas unidades, inclusive com um novo edifício sede de última geração, a PF segue ao encontro da modernidade com força e empenho no cumprimento das suas missões constitucionais”, completou.

Por fim, a Polícia Federal sem dúvida completa 77 anos no auge da sua atuação no Brasil, adquirindo cada vez mais respeito do povo brasileiro, especialmente num momento onde o aparelhamento do crime chegou ao ponto de ameaçar avanços significativos, como os conquistados pela Operação Lava Jato.

“Em 2020, chegamos à marca histórica de 6.888 operações policiais com a apreensão de mais de 10 bilhões de reais em patrimônio nas nossas investigações e muitos outros bilhões de prejuízos evitados aos cofres públicos”, conclui Rolando.