Exército inicia projeto para obter 221 blindados de combate 8×8 de última geração

Em seu ranking atualizado de 2021, a Global Fire Power classificou o Brasil como a 9ª maior potência militar do mundo, subindo uma posição em relação ao ano de 2020. Pelo visto, em 2022 o nosso país poderá melhorar ainda mais, visto que o Exército Brasileiro acaba de dar a largada para a aquisição de 221 novos blindados de combate de última geração.

A informação foi divulgada pela Portaria EME/C Ex nº 275, de 11 de dezembro, agora atualizada pela portaria EME/C Ex Nº 320, de 24 de fevereiro. No aviso de consulta pública Nº 1/2021 publicado no dia 05 desse mês (março), o Ministério da Defesa avisa que:

“…tem como objetivo diligenciar o mercado nacional e internacional acerca da capacidade de fornecimento visando à execução do Projeto de Obtenção da Viatura Blindada de Combate de Cavalaria (VBC CAV)”.

A intenção é que dentro do Subprograma Forças Blindadas, o Exército Brasileiro adquira viaturas de combate de Cavalaria (VBC-Cav) com tração 8×8. Se tratam de veículos de reconhecimento de terreno com alta capacidade de combate e blindagem, diferentemente dos modelos de transporte como o Guarani, produzidos em solo nacional e reconhecidos como um dos melhores do mundo.

Moderno' e 'versátil': analistas destacam uso do novo blindado Guarani pelo Exército Brasileiro – Estação Brasília
Blindado de transporte do Exército Brasileiro, o Guarani é produzido pelo Brasil e é considerado um dos mais avançados do mundo. Reprodução: Google

Até o momento, o Brasil não dispõe de viaturas 8×8 em sua infantaria, possuindo apenas 6×6. Os veículos 8×8 são capazes de ser equipados com canhões de 105 até 120mm e suportar uma blindagem forte o suficiente para lidar com ataques igualmente potentes, segundo a revista Tecnologia e Defesa. A intenção é adquirir os novos blindados até 2026, com os seguintes requisitos:

  • Sistema de tração 8X8;
  • Armamento principal (canhão) de calibre mínimo de 105 mm;
  • Dotação de sistema de comando e controle (C2) interoperável com o sistema da Força Terrestre e com as versões adotadas nas viaturas de família de blindados Guarani; e
  • Compatibilidade entre os diversos subsistemas com o projeto de modernização da VBR EE-9 Cascavel.
Carro de Combate Centauro II
Blindado de Combate Centauro II 8×8, produzido pela Itália. Este é um exemplo do modelo que o Exército Brasileiro pretende adquirir. Reprodução: Google

Concretizando o projeto de aquisição dos novos blindados, o Brasil estará dando mais um passo no sentido de modernização das suas forças, consolidando a sua liderança militar na América do Sul e se mantendo, por enquanto, como a 2ª das duas Américas, abaixo apenas dos Estados Unidos.

Abaixo, veja o modelo de blindado semelhante ao que o Brasil planeja adquirir. Nesse caso se trata do modelo italiano Centauro II, produzido pela IVECO: