Já não é de hoje que a polícia no Brasil tenta por diversas vezes dar voz aos problemas que afligem a corporação e acabam esbarrando na burocracia do país e também do próprio Regimento.

Os policiais no Brasil sofrem diversos tipos de pressão e trabalham sobre condições adversas dentro dos seus batalhões e isso acaba tendo um reflexo direto no relacionamento que a polícia tem com a população civil.

Como funciona o regulamento

Infelizmente os policiais no Brasil tem a sua voz calada já que se tornam refém do regulamento disciplinar que abomina qualquer tipo de manifestação que poderia dar voz e passar por cima da burocracia para mostrar a população as reais condições de trabalho que a força policial passa em nosso país.

Conhecida como lei da mordaça artigo 42 e o regulamento disciplinar da polícia no Brasil é impedimento para que qualquer policial faça qualquer tipo de manifestação ou conversa sobre algum tipo de reajuste salarial, qualquer informação sobre precariedade nos equipamentos utilizados ou sobre a qualidade do treinamento oferecido.

Portanto os policiais são forçados a um silêncio, que muitas vezes é uma das causas para que eles tenham desequilíbrio mental e caiam tomando o rumo do suicídio.

Vendo quadro se agravar dia após dia, as mulheres e os familiares dos policiais do Brasil tomam a frente das manifestações cobrando melhores remunerações e um ambiente mais favorável de trabalho.

Remuneração para a polícia no Brasil

Uma das maiores faltas referente a todas as manifestações das mulheres que são as esposas dos policiais levantam.

Até mesmo no Estado de São Paulo que hoje possui a maior quantidade de policiais em exercício, é considerado um dos piores salários pagos hoje. Normalmente um policial iniciante entra na segunda classe recebe aproximadamente R$ 2.400,00 de saldo e tem uma jornada de trabalho de 12 por 36 horas trabalhando 12 horas de plantão e obtendo 36 horas de folga e com adicional que seria a insalubridade, devido o risco do trabalho de R$ 690,00.

O que é relatado que devido a exigência da profissão, não é um salário adequado e acaba forçando que os policiais busca uma outra renda para poder complementar o valor em casa, não descansando e assim não está dando 100% para continuar o seu próximo plantão.

Não comparativo feito por eles nas manifestações, no Segurança de Shopping Center trabalhando aproximadamente 40 horas semanais que seria 8 horas diárias, ganhar um salário semelhante ao da polícia no Brasil de R$ 2.700,00 e caso se torne gerente de segurança privada o seu soldo, poderia chegar até R$ 13.000,00 o que é um valor muito substancial e muito maior do que eles recebem hoje pela polícia militar.

Equipamentos para a polícia no Brasil

Outra reclamação que acaba sendo calada pelos policiais no Brasil é a precariedade dos equipamentos concedidos pelo Batalhão para o exercício da profissão na rua.

Outro detalhe importante é que os policiais recebem punição caso não estejam com a farda em dia e a bota engraxada, porque muitas vezes passa despercebido é que ocorre o desgaste natural do uso do dia a dia dos materiais fornecidos e o estado não repõe eles conforme o tempo, obrigando policial a ter que utilizar do próprio bolso para poder não receber a punição.

Esses são apenas alguns pontos dentro dos vários que as manifestações tentam abordar, já que a polícia no Brasil através da lei da mordaça devem ficar em silêncio sobre todas as condições de trabalho que eles não têm, devido burocracia.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e compartilhe em suas redes sociais.