Quando falamos de agentes federais no Brasil, várias ideias e conceitos surgem na mente, visto que temos diferentes forças policiais. Além da Polícia Militar e da Polícia Federal, o país também possui a Polícia Civil. Mas, qual é a sua função?

Antes de mais nada é importante entender um pouco sobre a história da Polícia Civil, sabendo diferenciar os agentes federais dos estaduais, municipais e outros que compõem às forças militares do país.

História da Polícia Civil

O artigo 144 da Constituição Federal de 1988 estabelece que a Polícia Civil faz parte do quadro de segurança pública do Brasil e está sob a esfera de comando dos estados e municípios, além do Distrito Federal.

Às duas principais funções da Polícia Civil são apurar infrações penais, exceto as militares, prevenindo, repreendendo e investigando crimes.

Ou seja, no senso comum, o dito “jargão popular”, como muitos conhecem, o policial civil atua mais na prevenção e investigação do que na repressão direta ao crime.

Sabemos que a história da Polícia Civil remonta o Decreto Imperial nº 3 598, de 27 de janeiro de 1866, que criou a Guarda Urbana no Município da Corte. Foi através dele que surgiu a divisão entre Polícia Militar e Civil.

Naquela época a Civil era constituída pela Guarda Urbana, que ficava sob o comando dos delegados do chefe de polícia da corte. Com a Proclamação da República essa força passou a se denominar Guarda Civil do Distrito Federal, depois se expandindo para todos os estados do país como é atualmente.

Como entrar na Polícia Civil

Os que desejam entender qual é a real função dessa força militar geralmente querem saber também como entrar na Polícia Civil, já que se tornar um policial é o objetivo de muita gente que se dedica ao estudo para concursos públicos.

Não é diferente neste caso, pois para entrar na Polícia Civil só mesmo através de concurso público. Uma vez dentro da força, o novo policial poderá assumir diferentes cargos, como delegado, investigador ou perito criminal, por exemplo.

É importante lembrar que o candidato a policial civil precisa também fazer uma prova de capacitação física, realizada pela própria corporação. Esses testes, no entanto, são aplicados apenas após a primeira fazer do concurso, caso o candidato seja aprovado.

Também é exigido a formação mínima de nível superior. Funções como a de delegado, por exemplo, requer a formação em Direito, mas apenas o diploma. Ou seja, não é preciso ter inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Outras funções também exigem diploma específico.

Para os concurseiros de plantão, este ano a Civil do Distrito Federal firmou contrato com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), da Universidade de Brasília (UnB), para realizar o concurso 2020.

Será uma grande oportunidade para todos que desejam entrar em uma das corporações mais tradicionais e respeitadas do país entre os agentes públicos, informou o FDR.

Vale destacar que os diferentes cargos na Polícia Civil, como o de delegado, investigador ou perito criminal, não tiram o foco de atuação da corporação, e é aqui onde entra o nosso tema principal: qual é a verdadeira função dessa força militar?

A função da Civil

Não tem erro! Quem desejar iniciar a carreira de policial civil estará atuando diretamente com a prevenção e a investigação criminal.

Diferentemente da Polícia Militar, que tem como foco principal a repressão direta ao crime nas ruas, a Civil atua “por trás” da PM, lhe dando suporte no quesito prevenção e investigação.

Alguns, mais uma vez no jargão popular, chegam a dizer que a Polícia Civil é “de laboratório”, mas isso não é totalmente verdade.

Policiais civis também atuam nas ruas quando necessário, especialmente porque algumas investigações envolvem o contato direto com seus alvos.

Entretanto, a perícia criminal é propriedade da Civil. A resolução de crimes que exigem investigação da polícia científica, por exemplo, incluem diretamente a participação do perito criminal da Civil. Apenas quando o caso em questão está na esfera federal, aí é a Polícia Federal que entra em ação.

Por fim, são muitas às informações sobre uma das polícias mais tradicionais do país, e é por isso que o site Agentes Federais estará trazendo notícias sempre atualizadas sobre o mundo policial. Fique atento e nos acompanhe nas redes sociais.